sábado, 19 de junho de 2010


♥Sou uma Alma meio Insana
na Forma Intensa e Desmedida em
deixar Fluir os Sentimentos
sem o menor Pudor♥

sexta-feira, 18 de junho de 2010


Sou apenas um caminhante
Que perdeu o medo de se perder
Estou seguro de que sou imperfeito
Podem me chamar de louco
Podem zombar das minhas idéias
Não importa!
O que importa é que sou um caminhante
Que vende sonhos para os passantes
Não tenho bússola nem agenda
Não tenho nada, mas tenho tudo
Sou apenas um caminhante
A procura de mim mesmo.

Me perdi na estrada da vida, por atalhos
andei a te buscar, vendo que o tempo passa,
não posso mais te esperar.
Regressei, voltei atrás, não vou mais te procurar.
Quando sentires saudade estarei aqui, sabes onde
me encontrar. Ou quem sabe...cansei e não vou
mais te esperar.
Na vida tudo passa, tudo se transforma, tudo
tem seu final.
Estou sem tempo de esperar por um sonho,
vou seguindo o meu caminho.
Muitas vezes tropecei nos meus próprios passos,
em busca de seus abraços e...me perdi.
Guardo no peito
Lembranças de um amor que nunca existiu e,
que só meu coração sentiu.

Desembrulha-me do medo,
envolvendo-me nas tuas longitudes e latitudes,
mergulhando-me no teu oceano, gentil senhor dos meus sentidos...

E as trovoadas desabam soltas, costa abaixo, cuspindo raios de desejos em cada célula minha. Uma tormenta se faz entre braços e pernas, adornando-me de imensos clarões, ventos e delírios. Feito vagas pressentidas e ondulantes, deslizo, insana, por teu corpo bravio de mar...

Oh! célere e doce luxúria que me atenta entre as marés!
Oh! batalha do sentir que me traga toda!

Rompe-me louca, em orgasmos movediços de mel e saliva, até sugar-me profundo as forças que me restam. Depois amainado, deita-me perto e gemente nas encostas sedutoras do teu PORTO vibrante de amor


É preciso que você venha nesse exato momento.
Abandone os antes. Chame do que quiser. Mas venha.
Quero dividir meus erros, loucuras, beijos, chocolates...
Apague minhas interrogações.
Por que estamos tão perto e tão longe?
Quero acabar com as leis da física,
dois corpos ocuparem o mesmo lugar! Não nego.
Tenho um grande medo de ser sozinha..
Não sou pedaço. Mas não me basto..
Caio Fernando Abreu

Noite complicada, de momentos complicados.
Amar e não amar, sofrer e querer ser feliz de uma forma estranha.
Ve-lo ali tão perto e não poder toca-lo foi o ponto culminante dessa noite estranha.

video